Published in Saude
CANCRO DA MAMA CANCRO DA MAMA

Cancro da mama é a segunda causa de morte de mulheres em Cabo Verde

  • "Já estarmos a fazer a parte cirúrgica e a quimioterapia, mas ainda falta a radioterapia em Cabo Verde, onde além de mulheres, já tratámos três casos de homens com cancro de mama"

Santa Maria - 29 de Outubro - De acordo com a especialista em Oncologia, Hirondina Spencer, anulamente o Hospital Agostinho Neto recebe 40 novos casos de cancro de mama nas mulheres com idade entre 40 a 50 anos.

A especialista proferiu estas declarações ontem na abertura da cerimónia do Workshop “Prevenção do cancro de mama”, na sequência das programações do “Outubro Rosa”, mês dedicado à temática do cancro de mama.

Dado o carácter da doença, Hirondina Spencer admite a necessidade de os estabelecimentos hospitalares e equipas que tratam da patologia estarem sensibilizados para melhor informar a população sobre a prevenção e luta contra o cancro, que atualmente é um problema de saúde publica.

A responsável pelo Centro de Tratamento Oncológico do Hospital Agostinho Neto, admite ainda o alto preço do tratamento desta patologia no país e os fracos recursos existentes, apesar de “já estarmos a fazer a parte cirúrgica e a quimioterapia, ainda falta a radioterapia”, acrescenta.

Ainda de acordo com Hirondina Spencer os casos que nos aparecem são na sua maioria já avançados. Apesar de muita informação sobre a matéria as mulheres ainda têm medo de procurar um médico para falar da sua suspeita. No que respeita ao cancro de mama, a médica revelou que em Cabo Verde, além de mulheres, já

tratou três casos de homens com esta patologia.

De realçar que são varias as campanhas que têm sido realizadas neste mês de Outubro, como forma de sensibilizar mulheres e homens para a prevenção do cancro da mama.

Fonte : Sapo
Ocean Press - Redação