Published in O especialista
astro cabo verde astro cabo verde

O céu de Cabo Verde, constelação do Sagitário

O roteiro desta semana do Astro Cabo Verde convida-lhe a visitar uma região muito curiosa cheia de enigmas, alvo de muito interesse, e de muito estudo no seio dos cientistas, porque é nesta direção que está o centro da nossa galáxia, onde sabe-se que existe um buraco negro super massivo a 26 anos-luz do Sol, com quatro milhões de vezes a sua massa, chamado “Sagitário A*”.

Assim, como no nosso sistema solar tudo gira à volta do Sol, também, assim, tudo o que existe na nossa galáxia gira à volta do buraco negro. Estima-se que o Sol leva aproximadamente 225 milhões anos para dar uma volta completa ao seu redor.


Não é possível ver o centro da nossa galáxia (no espetro da luz visível, apesar de ser imaginado muito brilhante), uma vez que há muita nuvem de poeira cósmica naquela direção. Só é possível detetar através do raio X ou ondas de rádio.


Caro internauta, encontrar, ou reencontrar uma constelação, ou uma estrela brilhante em cada época do ano, é um desafio gratificante, contudo, recomenda-se paciência, e sobre tudo paixão pela natureza, no qual fazes parte, e quem sabe porquê.

 

Nesta foto conseguida na praia de Pedra do Lume, ilha do Sal, mostra duas versões da mesma foto, a versão (A) à primeira vista parece complicado decifrar o que está entre os pontinhos, mas a versão (B)

mostra que reconhecendo as estrelas mais brilhantes no céu torna-se fácil distinguir os objetos em cada zona. Até parecem imagens diferentes não é?

 

Como ver Sagitário?


Numa noite de céu limpo, olha para o Sul e levante a cabeça alguns graus, e tente reconhecer as principais estrelas, as mais brilhantes assim com está na foto.


A região onde está o Sagitário há muitos objetos para observar, mas é necessário estar equipado com pelo menos um binóculo, entretanto, para uma melhores resultados use pelo menos um telescópio modesto.

 


O que ver?


Há três pontos para observar que destacam-se: A Nebulosa do Lago, Nebulosa da Ferradura e Nebulosa Trífida.


M8 (NGC 6523) - Nebulosa do Lago, é nuvem interestelar, gigante, é também uma nebulosa de emissão de gases.
M17 (NGC 6618) - Nebuloso ômega, do cisne ou da ferradura, é uma região composta de gás estelar.
M20 (NGC 6514) - Nebulosa Trífida, região composta de gás estelar
M21 (NGC 6531) - Aglomerado de estelar aberto
M23 (NGC 6494) - Aglomerado de estrelas aberto
M24 (IC 4715) - Nuvem estelar (aglomerado de estrela que faz parte do braço do Sagitário)
M25 (IC 4725) - Aglomerado estelar aberto

 

Se localizou estes objetos, e os apreciou, viu as suas dimensões e enigmas, então reflita:


Se o céu repleto de estrelas nos provoca interesse, então qual é o nosso significado no universo?

 

Boa sorte Stargazer!

 

Autor: Victor Pinheiro
Foto: Victor Pinheiro