Published in O especialista
astro cabo verde astro cabo verde

Conceito de SUPERLUA, o que é?

Certamente o internauta, já constatou nos diversos tipos de comunicação social, desde o fim de Setembro a esta parte, a notícia que dá conta de SUPERLUA, em 16 de Outubro, 14 de Novembro, e 14 de Dezembro de 2016.


Na realidade quando se usa o termo SUPERLUA logo à primeira vista dá sensação que é algo incomum, extraordinário.

 


O conceito:


SUPERLUA é uma ideia oriunda dos Astrólogos e não dos Astrónomos, e viu-se a espalhar através da internet no ano de 2011, quando a Lua cheia de Março do mesmo ano teve um perigeu excecional, num evento que acontece 18 em 18 anos, isto é, a uma distância da Terra, conforme os dados da Wikipédia, de 356.577 km, o que na percentagem foi de 14% maior do que a vista habitual, e 30% mais brilhante.

 

 

Uma das fases da Lua com a cratera Tycho e os seus raios em destaque no extremo direito.

 

 

A verdade


Na verdade este evento a que referem como SUPER, é o momento em que a Lua se encontra num ponto mais próxima da Terra, chamada PERIGEU, e não ocorre sempre, mas também não tem nada de super.


Nos meses, Outubro, Novembro, e Dezembro, o satélite natural da Terra vai estar um pouco maior, e mais brilhante, mas não muito em relação ao habitual. As diferenças entre os vários eventos da revolução da Lua, no que concerne ao tamanho, não é percebido facilmente na prespetiva do observador na Terra, a não ser que se tenha uma memória fotográfica. Lembra-se que as distâncias são enormes e quando assim é, o nosso cérebro “trata de nos confundir”.


Para perceber as diferenças, (mais longe ou mais perto) é preciso que se tenha uma boa referência para compara-las. Por exemplo, fotos tiradas da mesma posição, mesmo lugar, em eventos diferentes, etc.


O internauta sabe, obviamente, que a Lua cheia ocorre sempre, isto é, para ser mais preciso, em cada 29,5 dias, e que devido a orbita elíptica em relação ao planeta terra, o perigeu ocorre em cada 13 meses e 18 dias, assim como o apogeu.
Talvez para chamar a atenção do público é usado a expressão SUPERLUA.

 

 

Foto com telescópio ilustra a paisagem Lunar, com crateras, montanhas e planícies em destaque.

 

 

Então o que há de especial no dia, 16 de outubro, 14 de Novembro, e 14 de Dezembro de 2016?

 

Simplesmente mais um evento da aproximação da Lua à Terra, com lua cheia, sem nada de grande fora do normal, ou mesmo super.


É sempre bonito ver a Lua, chega ser romântico, é digno de registo porque está no Perigeu, mas isto será no dia 14 de Novembro.


No dia 16 de Outubro a Lua vai estar num dos pontos mais próximos da Terra a cerca de 357.860,831 km, nasce logo ao cair da noite, 18:47 horas, e atingirá a Lua cheia às 03 horas e 23 minutos de madrugada.


Vão estar próximos da Lua, os pequenos planetas Éris e Ceres, e o grande planeta gasoso Úrano, mas devido a luz refletida, não será possível percebe-los.

 

No dia 14 de Novembro a Lua estará no PERIGEU, isto é, no ponto mais próximo da Terra a cerca de 356.508,987 km. Nasce às 18 horas e 17 minutes, no Este na linha do horizote, nesta fase, sim é motivo para contemplar e registar as imagens.


Convém chamar atenção quando a lua aparece no horizonte, ou junto a um objeto da paisagem, dá a sensação de estar mais grande do que quando está mais alto no céu, ou quando sem oposição de nenhum objeto. Pois isso trata-se de uma ilusão do nosso cérebro.


No horizonte, ou quanto esta no alto (zénite), ou junto, ou longe, de um objeto, a Lua tem sempre o mesmo tamanho, não tem diferenças.

 

 

Combinação da Lua, antena de telecomunicação e Morro do Curral, na ilha do Sal, aqui ilustra como a Lua
aparece grande em comparação com os objetos na Terra, (isto é uma ilusão do nosso cérbero).

 

 

No dia 14 de Dezembro a Lua estará a 358.460.647 km. Nasce às 16 horas e 55 minutos.

 


PERIGEU/ APOGEU


Assim como tem o PERIGEU, o ponto mais próximo da Terra, tem também o APOGEU, o ponto mais longe da Terra, nas redes social, referem-no como mini Lua.


Estes dois eventos acontecem todos os anos, durante a revolução da Lua e da Terra, e de certo nunca notou nada de SUPER ou MINI, salvo no horizonte, ou junto a um objeto da paisagem.


O quadro a baixo ilustra os eventos:

 


No ano passado em 2015, houve três Lua cheia próximas do perigeu, e só uma foi divulgada, ver foto capa.

 

 

Autor: Victor Pinheiro
Foto: Victor Pinheiro (Foto da capa: Perigeu 27 de Setembro 2015)
Para mais informações - http://oal.ul.pt/